g.

“Os olhos que tenho não me têm servido de muito. Vejo as letras que vou lançando, uma após outra, à página branca do computador, formo palavras que, melhor ou pior, vão expressando a quem me lê certas opiniões, certas ideias a que chamo minhas, visões do mundo lhes chamaria retoricamente se o mundo se deixasse conhecer por tão pouco. (…)”

José Saramago, 28 de Janeiro de 2009.

Meu nome é de origem germânica e uma peça de ballet triste e trágica leva esse nome. Também tem aquela modelo famosa com esse nome e um L a menos. Eu, cozinheira, indie rocker, feminista, brasileiríssima, sou descendente de iugoslavos e japoneses (respectivamente avós paternos e maternos).

Tem uma poesia do poeta americano Robert Frost que se chama The Road Not Taken, em que ele diz algo como “divergiam em um bosque duas estradas, e eu – eu escolhi a menos trilhada e esta escolha fez toda a diferença”*. Não me arrependo da estrada que tomei em minha vida para viver o agora. O aqui.

prazer: dar risada ao telefone com minha mãe e minha irmã, ler um bom livro, comer melancia em um dia de calor, andar em meio ao verde, aprender línguas, um beijo apaixonado, ouvir uma história engraçada ou estranha, dormir bem, ficar na cama até mais tarde aos domingos, receber um presente inesperado, uma xícara de café pela manhã, comer alguma coisa que eu estava com vontade de comer, ouvir um elogio sincero, encontrar algo que pensava ter perdido, gatos e cachorros na mesma proporção, ouvir notícias de pessoas que gosto e não vejo há muito tempo, olhar fotos antigas (e não só as minhas), cheiro de cabelo lavado, maquiagem, chocolate amargo, trabalhar com as mãos, dar risada, ser compreendida sem ter que me explicar, um sorriso de verdade, cozinhar alguma coisa e alguém dizer que está uma delícia, neve, assistir O Mágico de Oz, ouvir música, tocar guitarra (mal) bem alto, bebericar vinho enquanto cozinho…

*mas daí sempre penso no que o Jerry Seinfeld disse, que às vezes as estradas menos trilhadas, são menos trilhadas por um motivo. Outra coisa, isso de ficar citando seriado. É realmente algo na minha vida.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s