meme

Faz tempo que eu não faço um meme!

Esse veio da querida Lolla para suas leitoras:

♥ 11 COISAS ALEATÓRIAS SOBRE MIM ♥
1. Adoro cheiro de lençol secado ao sol;
2. Eu escrevi um zine feminista durante um tempo – chamava-se Violent Playground;
3. Sei fazer a melhor lasanha bolonhesa com molho branco do mundo;
4. Durante anos morei perto das montanhas, no Japão;
5. Eu sei tocar Murmures no piano;
6. Eu sei fazer bolas de cuspe que voam como bolas de sabão (é verdade). Essa só os mais chegados continuam a ver – geralmente quando estou estressada. Aprendi com a Mayra, quando ela ainda tocava no Dominatrix.
7. Eu dou risada por qualquer coisa – é patético;
8. Faço colagens com coisas de revista que eu gosto;
9. Tenho 3 gatos e não me imagino sem eles – penso se seria assim também caso eu tivesse mais um gato e um filho;
10. Sou viciada em Tetris;
11. Já assisti Vanilla Sky  tantas vezes, que nem conto mais. E não, não prefiro Abre Los Ojos, obrigada.

O meme não acabai por aí, mas quis fazer só essa parte.

gênio da lâmpada

Ele não acertou a Susan Sontag (ele perguntou várias coisas que a levariam até ela, tipo se ela era casada – não – se ela era apaixonada por alguém – sim – mas devia ter perguntado. se ela era gay. enfim.) mas acertou a Sylvia Plath (que eu acho bem fácil, aliás).

Mas acertou a Cat Power. Porque ele não confundiu a Cat Power com a Feist – sendo que às vezes gente de verdade não tem esse discernimento. Mentira, é porque ele perguntou se era Canadian, daí eu disse que não. Daí ele soube que não era a Feist.

E o Gio me contou que esse programa é tipo AI, quando ele não acerta uma resposta, você computa a resposta e ele aprende através da base de dados fornecida que a partir daquele grupo de perguntas a resposta certa seria aquela – e que esse jogo é baseado nesse aqui.

Pra entender mais, aqui.

cat

via A Feminista

headquarters

E hoje eu comecei a assistir a segunda temporada de Heroes. E a Ali Larter nem apareceu na premiere. E eu só assisto Heroes pra ver ela. Fiz risoto de abóbora japonesa pra jantar enquanto assistia. Porque Heroes eu estou vendo no computador mesmo, os episódios foram baixados na internet, porque na tv à cabo sabe-se lá quando vai passar a segunda temporada aqui no Japão (ainda estão transmitindo a primeira temporada, tipo episódio 13 ou 14).

ss.jpg

 Ah, não tem nada como tomar um banho quente, colocar um pijama de flanela e sentar-se na frente do computador, comendo e vendo seriado. (Mas eu sento longe do computador pra não queimar as retinas, Mãe. E não se preocupe, vou marcar o dentista e comer mais verdura. Beijo, te amo). E não que eu me contente com a mais ordinária das vidas e a incessante sofreguidão dos dias. Mas quem eu engano, sou mesmo a mulher da boca de hortelã do Chico Buarque.

E parece que o Cirque du Soleil vai voltar a se apresentar em Nagoya. Eu perdi da última vez e agora tenho outra chance de ir ver. E pra mim eles são o único tipo de circo. Circo de gente.

E não é que acharam aquele Picasso do período azul e o Portinari que haviam sido roubadosdo Masp? Eu já tinha dado por perdido esses quadros. Eu teria pego o L’Arlésienne do Van Gogh, com a cadeira laranja e o fundo amarelo-limão pálido.

E enquanto isso o povo se joga no BB8 e no novo visual loiro da Amy Winehouse (da série coisas-nulas-que-não-acrescentam-nada-na-minha-vida).

* a foto acima é do fotógrafo Peter Hujar da Susan Sontag, em 1975.