Por um consumo mais consciente

Voltei ao projeto 101 em 1001. Essa já é minha segunda vez. Eu sou uma pessoa de riscar lista, gosto de organizar o que tenho que fazer e de ver o que foi feito, riscado. De imediato, o item #25:

25. Passar o mês de Janeiro sem comprar nenhuma roupa/sapato ou acessório (super-desafio anti-consumista!);

O ser humano como consumidor

Introduziu-se nas nossas mentes essa ideia nova de que se não consomes não és nada. Se não consomes, tu não serás ninguém. E serás tanto mais quanto mais fores capaz de consumir. A partir do momento em que o ser humano se vê a si mesmo como um consumidor, todas as suas capacidades diminuem, porque todas vão ser postas ao serviço de uma maior possibilidade de consumir.

La Jiribilla, Havana, 22 de Setembro de 2007

Em José Saramago nas Suas Palavras

Um dos blogs que acompanhei o ano passado foi o Um ano sem Zara, da publicitária Joanna Moura. Sinceramente, um ano sem comprar nada seria muito hardcore pra mim. Se eu conseguir passar esse primeiro mês sem comprar nada, já me dou por satisfeita. Eu compro, compro, compro – e surpresa – não uso. Comprei uma sapatilha linda de morrer (e cara também) há uns meses atrás – ainda não usei. Isso vale para 2 saias também.

Acho que não preciso dizer que apesar de ganhar muito bem, eu vivia dura. Tinha sempre sapatos, blusas e bolsas novas – mas não tinha dinheiro para viajar ou financiar um carro. Em Agosto do ano passado, junto com a decisão de pedir demissão (porque esse ano vou estudar para uma nova carreira!) – veio a decisão de diminuir meus gastos. Consegui razoavelmente, mas ainda assim comprei muito mais do que eu precisava.

Ainda gosto de moda – afinal, quero trabalhar com isso – mas quero ser mais parcimoniosa esse ano. Quero gastar meu dinheiro com restaurantes bons (de vez em quando), guardar dinheiro pra fazer o tão sonhado mochilão pela Europa, comprar um carro, comprar as coisas pro nosso apartamento (nosso!). Essa é a minha primeira meta esse ano.

1 de Janeiro – meta #25 cumprida.

Anúncios

7 comentários sobre “Por um consumo mais consciente

  1. Drica disse:

    Giu, parece que estou lendo “eu”! Na parte de comprar mais do que precisa… Puxa, preciso mesmo tomar jeito, fico nessa mesma situação: cheia de coisas e mais coisas e dura. E como é difícil resistir ao apelo do consumo desnecessário mesmo tendo consciência de que precisaríamos de bem menos pra levar uma vida confortável. Também tenho alguns desses sonhos, de viagens, de um canto meu, tudo isso que preenche nossa vida de uma maneira tão mais gostosa… Mas não tenho paciência pra listas, sou péssima com detalhes, afinal… áries, néam?! Mas vou arriscar fazer algo assim, com pelo menos 10 metas (detesto essa palavra). E que venha 2012, que, pra mim, promete ser um pega-pra-capar (hehe)! Feliz ano novo, querida! Beijos muitos!

    • giselleimai disse:

      Sei como é Dri. Pra mim acaba sendo mesmo é frustrante: comprar e comprar – e além de estars empre dura, abrir o guarda-roupa e pensar: não tenho nada pra usar. É um cansaço mental mesmo. É ver como às vezes, eu me acho um poço de futilidade – que obviamente, lá no fundo eu não sou. Leonina, desse lado: mega perfeccionista – outra coisa que tem que ir embora – tô tentando, ttô tentando. Feliz 2012, Dri, merecemos 🙂

  2. Leila disse:

    Acho a idéia super legal, apesar de eu ter passado o 2nd semestre de 2011 assim para poder viajar agora (por isso que não tive sapatos, blusas ou bolsas novas), só podia comprar 1 item por mês. E, agora em janeiro já estaria perdida porque ontem já gastei (com presentes, mas gastei, rs).
    A minha meta esse ano é aprender a usar o dinheiro de forma que eu não fique dura e tenha as coisas que quero.
    Sexta-feira já é a mudança?
    Bjkas

    • giselleimai disse:

      Você acredita? Estou em scramble mode. Mas é isso, né? Priorizar o dinheiro pra fazer coisas legais – me ensina? Beijocas e aproveite o resto da viagem – também estou esperando a receita original de tiramissú! Feliz 2012, Leila!

  3. Monica Lima disse:

    Já tinha lido sobre esse projeto há um tempo e esse ano também resolvi encarar! No meu caso, minha meta para 2012 é me vestir um pouco melhor, sou meio pão dura pra comprar roupa e não tenho a mínima paciência pra ir em loja! Daí já viu, acabo usando sempre as mesmas coisas! Também não é legal, por isso quero me preocupar mais com o que visto.

    Parabéns por ter conseguido riscar mais um item da sua lista, também tenho enorme prazer em fazer listas e riscá-las depois! Hehehe!

    Beijo

    • giselleimai disse:

      Eu diria que eu me preocupo muito com o que eu uso fora de casa e em casa sou uma perfeita slob. Vivo com essas calças de malha da Hering (que aqui em casa é apelidada de calça de palhaço, porque sempre são bem estampadas) e uma blusinha qualquer. Acho que minha meta tem que ser me vestir melhor em casa mesmo e deixar de ser uma shlumpadinka! Beijo, alguma lista pra esse ano?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s