saudade da minha irmã

Quando ainda bem pequenas, dividimos um quarto, cada uma na sua cama. Lembro dos Ursinhos Carinhosos pequeninos de plástico que penduramos no apoio da lâmpada, a janela de madeira, as noites lendo gibi do Tio Patinhas. Depois dividimos uma cama de casal, dessas antigas com respaldar de madeira todo trabalhado e um tanto antiquado pro nosso gosto de menina. Você dizia que a separação que havia no respaldar se estendia pelo colchão e que cada uma ficasse do lado da cama que lhe dissesse respeito! Já um tanto crescidas voltamos a ter cada uma seu próprio reinado, onde sábados de manhã você cruzava o fosso do meu castelo e me acordava pra limpar a casa (ouvindo NKOTB). E no meio disso tudo, ainda havia as noites que eu só conseguia dormia se abraçada em você, as risadas, as conversas. Já bem grandes e separadas por um continente, nos restou as risadas por telefone, os desabafos. Hoje separadas por uma geografia tão menor, me resta a saudade e quando te vejo, volto pra casa.

Anúncios

Um comentário sobre “saudade da minha irmã

  1. amanda disse:

    :~

    é bem isso: somos lançadas para conviver, dividir quarto, brinquedos, roupas, espaço e o amor dos pais com alguém que – por alguns segudos – desejariamos nao conhecer.
    lembro da minha epoca em que eu dizia que so vivia com minhas irmas porque era obrigada.
    hoje, fazem uma falta, mas uma falta…

    irmaos nos ensinam a amar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s