Mercadão

Sábado pegamos a estrada de moto pela primeira vez e fomos à São Paulo conhecer o Mercadão. Isso porque umas semanas atrás eu levei um vídeo do Anthony Bourdain conhecendo o Mercadão de São Paulo pra uma aula e fiquei curiosa pra conhecer o lugar. E comer o famoso sanduíche de mortadela (vídeo  03:48 – 06:40). O Anthony tem esse efeito em mim. Agora quero conhecer o galpão de ensaio da Rosas de Ouro e tomar um café da manhã de pingado com pão na chapa no Bar da Santa (R. Machado Bittencourt, 167 Vl. Mariana).

A viagem foi bem tranquila, fizemos Anhanguera-Bandeirantes-Marginal Tietê – Mercadão. Levamos 1h30m da nossa casa até o Mercadão. Quando eu conheci o Gi, eu tinha muito medo de andar de moto. Porque moto foi designed pra cair, na minha cabeça. Mas ele conseguiu. Me transformar em uma motoqueirinha. Não há nada como viajar de moto.

dsc01644

A paisagem não é particularmente estonteante, mas é bonita. E tem um pedaço de estrada que eu gostei, onde você vê São Paulo se esticando à sua frente. Definitivamente é algo que vamos repetir, ir pra lá de moto. Perto do Mercadão, você tem a impressão que caiu de pára-quedas na Índia misturada com o Paraguay, o trânsito é caótico e há um mar de pessoas se empurrando; não nos esqueçamos que a famigerada 25 de Março é ali do lado.

dsc01655dsc01665

Mas vale a pena. A arquitetura neo-barroca do Mercadão se destoa do resto. Das ruas sujas e dos prédios depredados e desocupados. Por um momento você acha que está na Itália. Bonito assim. O prédio preza pela iluminação natural, com clarabóias de vidro e vitrais coloridos mostrando a época da lida com o gado e café. O Mercado Municipal passou por uma grande reforma em 2004, onde ganhou um charmoso mezanino.

dsc01674

dsc017091

O Mercado Municipal é o lugar para se comprar a despensa gourmet. Azeites e mais azeites de diferentes origens pendurados aqui e acolá, dividindo o espaço com queijos, salames e linguiças que fazem uma profusão de aromas com tomilho, cominho e alecrim pendurados lado a lado com flores e frutas que saltam aos olhos. Mas o que queríamos mesmo era comer. Não foi difícil achar o Bar do Mané, o melhor mortadela quente com queijo do Mercadão. 

dsc01701

O sanduíche é decadente. Muita mortadela fatiada bem fininha apimentada com queijo derretido e pão na chapa. Dividimos um (minha metade com um espresso e a metade do Gi com uma coca bem gelada). Depois fomos andar.

dsc01724

dsc01725

No mezanino você encontra muita comida boa. As mesas sob guarda-sol estavam cheias e eu mesma não pensaria em um lugar melhor pra tomar um chopp e comer um pintado na brasa. Antes de ir embora ainda fomos comer um pastel assado, escolhi o de palmito, mas só consegui comer metade. No mesmo lugar onde comemos o pastel assado, havia outras gostosuras:

dsc01738bolo de rolo (de goiaba, doce de leite, chocolate, morango, maracujá…)

 

dsc01741pão recheado

 

Tentamos andar na 25, mas não deu. Muito cheia, sempre. Então pegamos a moto e voltamos pra casa.  Já combinamos voltar mais vezes. De vez em quando é legal, fazer um off the beaten path. Recomendo.

Mercado Municipal

Rua da Cantareira, 306.

Centro – São Paulo – SP.


Anúncios

4 comentários sobre “Mercadão

  1. Marcita disse:

    Quando voltar, chama eu! 9378-4205
    Estou me mudando pra Vila Madalena… já pode ir lá conhecer o cafofo e tomar umas ‘xícronas’ de café comigo! 😀
    Beijos

  2. robson disse:

    Motoqueirinha, hahahah, legal o termo yourself…
    Lindas fotos e textos interessantes.
    Agora me diz, duvido q vc tenha conseguido comer o sandwich todo !!!!
    Oq siginifica o termo:

    off the beaten path

    Abraços e boa viagem,

    Robson
    ps: nao sou motoqueirinho, me designo como piloto, claro de trilhas, ja participei de campeonatos, ando de moto ha 25 anos (tenho 37). Como amo viajar, meu plano para o futuro é comprar uma moto, para viajar, viajar, viajar….

  3. Agoraeucomofolha disse:

    Que fotos lindas, post lindo! Adorei a “magia” em torno do lugar e na descrição da paisagem do caminho. O sanduíche de mortadela “conheço” do programa do gugu, de quando se via gugu na infância, haha. Ambos sanduíche maravilhoso e bolinhos me deixaram com água na boca. Delícia!

    Um beijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s