uma quarta-feira fria em Nova York – parte 1

Apesar de estar atolada com os mil projetos de conclusão do curso (TEFL), no dia 21 de janeiro, quarta-feira, acordei tarde (porque eu já sabia que não ia mesmo) e seguimos pra Manhattan pra visitar o MET (abreviação de Metropolitan Museum). A gente já sabia que não ia conseguir ver o MET em um dia só, então fomos sossegados, porque teríamos que voltar uma segunda vez.

Do Port Authority Bus Terminal na 8a avenida com a 42nd, fomos subindo em direção ao Bryant Park, que é atrás da Biblioteca Municipal, onde compramos um cappuccino to go – lá atrás enxerga-se o Chrysler Building.

nyc_10181nyc_10171

Subimos até a 42nd com a 5th avenue (nossa Oscar Freire), na frente da Biblioteca Municipal. E fomos subindo  a 5th avenue sentido Central Park. No comprimento da 5th avenue ficam as lojas mais chics de NYC, e a parte da 5th avenue que é paralela ao Central Park é conhecida como Museum Mile – de tanto museu junto que tem.

Mas eu queria mesmo era olhar as vitrines – window shopping. Eu poderia fazer um livro de fotografia disso (Gio, olha um projeto pra gente: eu escolho as vitrines e você fotografa, aceita?). E quando chegamos na Tiffany&Co eu tive que parar. E pensar na Holly Golightly. E olhar as jóias. Me imaginei de pretinho Givenchy e um colar de pérolas de três voltas, imaginei que estava amanhecendo e eu tomava Breakfast at Tiffany’s.

nyc_1036vitrine da H&M na 5th avenue – coutoure para as massas. olha a estrutura desse casaco.
nyc_1052fazendo a Holly G. – mas sem wayfarer, café e damish pastry. um vestidinho Givenchy preto básico também ajudava.

Você anda na 5th avenue ate chegar ao Central Park e então você avista a loja da Apple. Mas do lado da loja da Apple fica a F.A.O Schwarz – famosa loja de brinquedos por causa daquel filme com o Tom Hanks que ele é uma criança que fica adulta e dança naquele piano gigante (Quero Ser Grande o nome do filme?).

A loja não é impressionante. Esperava bem mais. O segurança da porta está vestido de O Soldadinho de Chumbo.  Pra comer doces eu sei que eu deveria ter ido na Dylan’s, (que é chamada a maior loja de doces do mundo, a loja é tem sua própria linha de doces, supervisionada pela fundadora e CEO Dylan Lauren – filha do designer Ralph Lauren) – mas lá na F.A.O. tinha uma seção de doces e pegamos quase 1kg de balas, m&m, skittles, gummy bears, licorice e outras gostosuras.E eu me encantei com os figurines de O Mágico de Oz. Caaaaro.

Sabe esse monte de árvore seca que dá pr ver através da entrada da loja da Apple? Então, alí já é o Central Park. Então contiuamos seguindo a 5th avenue paralela ao Central Park pra chegar ao MET.

nyc_1058Entrada da loja da Apple na 5th avenue
Anúncios

5 comentários sobre “uma quarta-feira fria em Nova York – parte 1

  1. amanda disse:

    ai que odio dessas fotos lindas! heheheh
    e voce né… mais chique impossivel 😉

    quando voltam?

    resposta:
    Já voltamos pro batente, Mandy 🙂
    Mas bem que eu queria. Só ficar viajando.
    Vi seu vestido. Ahazou, bee. Adoro aquele azul-petróleo.
    Tenho um casamento no meio desse ano e desde agora fico falando do meu vestido pro Gi, hahaha.

  2. madoka otsuka disse:

    você é cidadã do mundo, tá parecendo uma nova-iorquina de mão cheia, como se estivesse em casa, moraria aí sem problema nenhum não ?
    Foto preto em branco tá show.
    Escuta, já foi ao Museu Guggenheim?
    bom domingo e sayonara
    madoka

    resposta:
    Não fomos ao Guggenheim. Deixamos de ir em vários lugares, uma pena mesmo. A boa notícia é que isso serve de desculpa pra voltar 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s