galeria

near-toyohashi-station.jpg

Isso foi em 2003. Compramos cigarros pra mim e cigarrilhas pra ELE. O dia que fomos praticamente arrastados por um americano pra sua loja de roupas hip-hop que fica nessa galeira aí em cima, tocava o 25 pence* bem alto nas caixas e ele ficava dançando à minha volta. E um desses reliogiosos que largam tudo na vida pra pregarem, nos parou na rua pra vender uns cartões que ele mesmo faz. Um canadense, viva o maple. O cara é designer gráfico. Daí a gente aprende, né. Quando algum estranho perguntar se a gente fala inglês, sempre respondo em japonês. Que não, sorry.

Nessa época ir até a estação central daqui era affair pro dia inteiro, porque a gente morava em outra cidade aqui por perto. Pegávamos bicicleta e trem e passávamos a tarde no centro. Cansava muito, mas eu gostava. Hoje em dia a gente pega o carro e em 20 minutos já estamos lá. É claro que não dá mais pra se imaginar sem carro, mas a gente concorda que havia todo um ritual em pegar a bicicleta e o trem e ver as coisas acontecendo em um tempo menos solúvel, menos passível de deterioração.  

*hahaha. how british of me.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s