Em Nagoya, novamente

Passei o dia em Nagoya no bairro de Sakae. Primeira parada: a Torre Eiffel japonesa – a Torre de TV de Nagoya (que eu ainda não havia visitado), construída em 1954 e a mais antiga construída no Japão. Assim é comparada com a Torre Eiffel em Paris não só por sua estrutura, mas também pelo deck de observação que oferece e seu restaurante no deck inferior. Não almocei no restaurante da Torre, achei muito mais agradável comer na praça situada embaixo da Torre, com muitas árvores e cafés, com mesinhas distribuídas pelo chão de mosaico – enquanto consultava o mapa para a nossa próxima parada, me deliciava em um gelato de morango fazendo o que mais gosto: observar as pessoas.

Ao longo da Torre de TV está situado um parque com muitas árvores e um chafariz grande, onde as pessoas sentam e comem, crianças brincam e uma Feira do Produtor acontecia ali mesmo, com produtos locais, claro: mel, flores, leite e frutas com os stands usuais de comidas e bebidas – uma verdadeira profusão de aromas e cores. Também visitamos o Oasis 21 novamente.

De lá, segui até o Museu do Robô (Robot Museum), inaugurado em outubro passado. Na galeria de robôs estão expostos robôs de filmes, como a robô de Metrópolis e o C3PO de Star Wars e outros. Também havia os primeiros computadores apple macintosh e muitos e muitos brinquedos. Se você entende japonês, você é entregue um iPod com a narração da história e evolução dos robôs e seu papel no imaginário coletivo – aquela coisa junguiana do inconsciente coletivo, acho. Há também um workshop onde você pode montar seu próprio robôzinho (acho que há uma taxa adicional, mas não tenho certeza, estava muito cheio). Logo na entrada experimentei andar em uma Segway scooter
Almocei em um Outback steakhouse e de volta à Estação Central de Nagoya (onde fica a Sanseido Bookstore; voltamos com alguns livros sobre gastronomia) fui na roda-gigante do Sunshine Sakae – uma roda-gigante de 42m que está presa à parede lateral do shopping.

De novo?
Anúncios

Um comentário sobre “Em Nagoya, novamente

  1. cris disse:

    Uau!! Adorei seu blog, fiquei babando nesse passeio que vc fez, adoro o Japão, admiro os japoneses, quem sabe um dia consigo ir conhecer né?

    Li mais alguns posts, babei mais ainda quando vi que leu livros da Anne Rice (é impressão, ou leu todos?) tambem adoro histórias de vampiros, já pesquisei muito sobre conde Drácula, mas acredita que nunca li um livro da Anne Rice??? Que vergonha!!!! Agora me diz: são bons?

    Bom querida, deu pra ver que adoro escrever né? Mas vou parar pra não abusar muito.

    Um beijão, adorei seu cantinho!

    resposta:
    Li todos sim, mas não gostei de todos os 10 não. Uns 8 dos 10. Sou fascinada sobre o assunto vampiros e pela figura histórica do Conde Vlad Ţepeş.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s