terremoto

Hoje de manhã eu estava na poltrona da sala assistindo um filme, quando minha poltrona começou a chacoalhar, um pouquinho, depois um pouco mais forte. Olhei para o lustre da sala e o mesmo estava balançando, o do quarto também. Esperei um pouco e o tremor não passava. E agora olhando na página do Yahoo.com vi a chamada “terremoto no Japão mata ao menos 1 pessoa” – entrei e li que um terremoto de magnitude 6.9 atingiu a Província de Ishikawa, às 9:42 da manhã, hora local. Ishikawa é perto daqui.

Vale lembrar que aqui a magnitude é medida pela Escala JMA (Japanese Metereological Agency) e não pela Escala Richter. Um terremoto de 6.9 na escala japonesa, as pessoas não conseguem ficar em pé ou se mover sem se arrastar.

Aqui as pessoas falam de terremtoo como falam do tempo. Nas fábricas temos “drills” (ensaios) de prevenção em caso de terremoto. É um assunto constante. Todo mundo tem em casa uma mochila com cópia de passaporte e outros documentos essenciais, pilha e lanterna e comida enlatada, o básico. Quando cheguei aqui é claro que não me acostumava com a tranqüilidade com que as pessoas conversavam sobre o assunto, como no intervalo do trabalho, todos tomando café e comentando “então, o terremoto de ontem…”, eu achava o fim. Até que fui morar em Nagoya.

Eu morava em um prédio de 14 andares de frente para o Porto de Nagoya (tenho que contar mais sobre essa época, definitivamente) e um terremoto de magnitude 6 atingiu a cidade – meu prédio, construído na década de 60, jogava de um lado para o outro. Deu muito medo aquela sensação de o prédio todo ser de gelatina, mas o pânico passou depois desse episódio. Sempre alerta, já diziam os escoteiros.

Anúncios

2 comentários sobre “terremoto

  1. Valérie disse:

    Acho que nunca na minha vida dormiria tranquila nesta terrinha!

    beijocas

    resposta:
    Medo de morrer eu também tenho, mas se não for de terremoto vai ser de outra coisa, sabe?

  2. marcita disse:

    giu, que pavoroso!
    eu aqui temendo os políticos mais que balas perdidas e você tranquila com chacoalhações? ave-maria, até mesmo pra atéia aqui! hehe
    mantenha a lanterninha bem próxima e uma barrinha de chocolate (que não precisa ser de ferro)!

    resposta:
    lanterna, barrinhas de chocolate, água… mais barrinhas de chocolate 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s